Sala 2 – O COLECTIVO – PROCESSOS DE DECISÃO EM SOCIEDADE 

Certas decisões já não são tomadas unicamente por seres humanos, mas confiadas em todo ou em parte a sistemas que processam dados e a algoritmos não auditados.

  • Será que evoluímos de uma democracia representativa, tal como a conhecemos hoje, para uma autocracia das máquinas e dos algoritmos onde as decisões são mediadas por sistemas de IA-Inteligência Artificial?
  • Que novos processos decisórios políticos (micros e macros) se podem antever nomeadamente ao nível dos sistemas eleitorais?
  • Como se perspetivam no futuro os papeis dos ativistas e das milícias sociais bem como dos “bloggers, cyber-jornalistas, redes sociais, …?
  • Que relação têm com Estados e organizações políticas?
  • Como lidar com as “fake-news” e com as teorias da conspiração mais ou menos apocalípticas que vêm sendo amplificadas à escala global através da geração automática de agentes digitais?
  • Que lugar ocupará a decisão política numa democracia cada vez mais algorítmica?
  • Corre-se o risco de uma perda da capacidade de governação e controlo dos processos sociais?
  • Até onde se conseguirá aplicar o poder do cidadão em tempo real no apoio às decisões coletivas?

Algumas referências:

O exercício de direitos básicos em democracia como a comunicação, a informação, o protesto ou a educação está agora nas mãos de plataformas privadas, pouco transparentes e muito difíceis de controlar.

ARGELIA QUERALT JIMÉNEZ

El Pais 28 Out 2021

Imagine usar uma chave destas para se ligar ao seu computador

WHAT IS POLITICS? Repositório de videos e podcasts sobre política

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.